Galvanização a fogo

A galvanização a fogo ou galvanização por imersão a quente como também é conhecida, é um processo que data de 1840 e que não consiste unicamente em depositar uma camada de zinco sobre o aço, mas consiste em uma reação química metalúrgica de difusão entre o zinco e o ferro à 450°C.

Nessa reação química são formadas diferentes camadas compostas de zinco e ferro, que vão fornecer ao metal base um revestimento com característica anódica.

Sendo assim o revestimento funciona como metal de sacrifício e se oxida no lugar do metal base, aumentando exponencialmente a durabilidade do aço, principalmente em ambientes agressivos.

Antes de galvanizar o aço, o mesmo é submetido as seguintes etapas:

  • 1) Desengraxe
  • 2) Lavagem em água
  • 3) Decapagem em ácido clorídrico
  • 4) Lavagem em água
  • 5) Fluxagem